Vinho e chocolate: uma combinação perfeita

 A Semana Santa está chegando. Independentemente de suas crenças religiosas, este é um feriado para celebrar seu amor pelos outros e compartilhar bons momentos com sua família. Como de costume, além dos tão esperados ovos de chocolate, há muitos bacalhaus na mesa como protagonista. No entanto, as refeições típicas da Páscoa vão além dos pratos oferecidos, e os vinhos deliciosos também são essenciais. Marco Antonio Carbonari, dono da vinícola Villa Santa Maria, comenta que na hora de escolher o chocolate é interessante notar qual o seu teor de cacau, pois alguns vinhos podem harmonizar melhor que outros. Então, para acertar em cheio na hora de escolher o vinho, aqui vão algumas combinações:

  • Chocolate ao leite: por ser metade chocolate e metade creme, o chocolate ao leite harmoniza melhor com uma maior variedade de vinhos. O chocolate pede vinhos tintos leves, frutados e com baixo teor alcoólico, como Gamay, Merlot e Grenache. Brancos maduros e com um toque leve de carvalho, como Viognier, Chardonnay e Pinot Gris; ou espumante Moscatel. Na linha dos vinhos de sobremesa, Porto Ruby jovem e o espanhol PX.
  • Chocolate amargo: os polifenóis no chocolate escuro parecem dobrar quando em contato com o vinho, e todos têm um sabor ligeiramente amargo, que é, também, a parte do chocolate que traz todos os benefícios para a saúde. Para equilibrar o amargor deste chocolate com vinhos, Marco Antonio Carbonari recomenda vinhos que apresentem maior densidade e concentração de taninos moderada. Dentre as possibilidades estão o  Cabernet Sauvignon, Syrah, Malbec e Tannat, que são uvas que pedem um acompanhamento de sabor mais intenso.
  • Chocolate Branco: tecnicamente não é chocolate, porque não contém cacau (apenas a gordura do cacau), mas acaba sendo um dos poucos doces parecidos com chocolate que combinam com vinho tinto seco. Entre os mais recomendados para acompanhar uma barrinha ou outras sobremesas com chocolate branco, geralmente estão o Moscato e o licoroso Pedro Ximenez. Marco Antonio Carbonari lembra que caso não goste muito de vinhos doces, uma alternativa seria um espumante Chardonnay demi-sec e tintos secos como o Pinot Noir ou Beaujolais.

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here