Professor de Comunicação da UFRGS Alexandre Rocha da Silva morre em Porto Alegre


Jornalista, de 49 anos, estava em tratamento de saúde desde janeiro. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS e Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação lamentaram a morte. Alexandre Rocha da Silva era professor de Comunicação da UFRGS
Reprodução/Facebook
Morreu, na madrugada deste domingo (8), o professor de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Alexandre Rocha da Silva, de 49 anos. A informação foi confirmada pela Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico), onde o docente lecionava. Alexandre estava em tratamento de saúde desde janeiro deste ano. A causa da morte não foi divulgada.
Nascido em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Alexandre era jornalista, com mestrado em Semiótica e doutorado em Processos Midiáticos. Entre 2005 e 2006, fez pós-doutorado na Universidade Sorbonne, em Paris, na França. Mais recentemente, em 2020, concluiu pós-doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Na UFRGS, deu aula para os cursos de graduação e pós-graduação em Comunicação. O Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da universidade suspendeu as aulas até o dia 13 de agosto. Anteriormente, Alexandre trabalhou na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).
A Fabico lamentou a morte do pesquisador, afirmando se tratar de “um profundo defensor da universidade pública e gratuita, junto com uma constante militância por uma sociedade mais igualitária, justa e fraterna”. Veja abaixo.
“Excelente ser humano, que cativava a todos com quem convivia, sua alegria e respeito permanecerão sempre vivos entre nós”, descreveu a instituição.
Em nota, a Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compós) ressaltou o “profundo impacto nas pesquisas de Semiótica e Comunicação no Brasil, com mais de uma centena de artigos, livros e capítulos publicados”. Veja abaixo.
Alexandre Rocha da Silva também integrava a coordenação do Grupo de Pesquisa em Semiótica e Culturas da Comunicação (GPESC) na UFRGS.
Colegas, alunos e amigos lamentaram a morte do professor nas redes sociais.
Alexandre deixa familiares, entre eles pai, mãe e marido. O velório e o enterro ocorreram na manhã deste domingo, em Porto Alegre.
Nota da Fabico
“A comunidade fabicana amanheceu triste. É com profundo pesar que comunicamos o falecimento, na madrugada desta data (08/08/2021), do nosso querido colega professor Alexandre Rocha da Silva. Desde sua formação acadêmica, se manifestou como um profundo defensor da universidade pública e gratuita, junto com uma constante militância por uma sociedade mais igualitária, justa e fraterna. No magistério, deixa saudades pela sua competência e responsabilidade acadêmica. Excelente ser humano, que cativava a todos com quem convivia, sua alegria e respeito permanecerão sempre vivos entre nós. O velório ocorreu neste domingo (08), iniciando às 09h30min e finalizando às 11h30 no Memorial Ângelus, Capela 01, Av. Porto Alegre 320, bairro Medianeira em Porto Alegre.”
Nota da Compós
“A diretoria da Compós vem a público manifestar seu profundo pesar e consternação pelo falecimento de nosso colega Alexandre Rocha da Silva. Alexandre foi participante ativo das atividades da associação, professor dos PPGCOMs da UNISINOS e da UFRGS (neste ultimo, atuando como vice-coordenador entre 2015 e 2016), coordenador do grupo de pesquisa Semiótica e Culturas da Comunicação. Foi também editor das revistas Intexto, Rastros, Em Questão e Fronteiras e era pesquisador de produtividade do CNPq. Ele deixa um profundo impacto nas pesquisas de Semiótica e Comunicação no Brasil, com mais de uma centena de artigos, livros e capítulos publicados. Além disso, orientou e atuou diretamente na formação dezenas de novos pesquisadores. Sempre generoso e disposto, Alexandre deixará muitas saudades.”

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem