UTIs do RS registram queda nas internações de pacientes com Covid; ocupação geral é de 95%


Atendimento a pacientes com outras enfermidades aumenta. Estado soma 3.231 hospitalizados em 3.404 vagas. Profissional de saúde descansa em UTI para pacientes com Covid-19 no Hospital das Clinicas de Porto Alegre, no Sul do Brasil, em 19 de março de 2021
Jefferson Bernardes/AP
Os hospitais do Rio Grande do Sul vêm observando uma queda no número de internações de pacientes com Covid-19 nas unidades de terapia intensiva (UTIs), desde a última segunda-feira (5). Na ocasião, eram 2.386 pessoas confirmadas com coronavírus em leitos críticos. Nesta quinta (8), o número chegou a 2.293, às 13h07.
O indicador acompanha a gradual queda na ocupação geral de leitos no estado. A taxa, no início da tarde, era de 95%. Ao todo, são 3.231 pacientes hospitalizados. O RS soma 3.404 vagas disponíveis para terapia intensiva. Desde o dia 1ª de abril, as instituições de saúde têm mais leitos do que pessoas internadas.
Em paralelo à baixa no atendimento de pessoas com Covid, aumenta o número de internados com outras doenças. São 843 pacientes sem coronavírus nas UTIs do estado. Na segunda, eram 740 (veja o gráfico abaixo).
Outros indicadores
Dos 3.231 internados em todo o RS, 2.204 estão em hospitais públicos, que oferecem 2.458 leitos. Isso significa que o Sistema Único de Saúde (SUS) opera com 89,7% de ocupação nas UTIs.
Na rede privada, há 946 leitos e 1.027 pacientes, o equivalente a 108,6% da capacidade. Isso é possível porque o Plano de Contingência Hospitalar da Secretaria Estadual da Saúde (SES) autoriza o uso de leitos adaptados, como salas de recuperação e centros cirúrgicos, para a terapia intensiva, quando a ocupação ultrapassa os 90% do total.
Dentro das UTIs, 2.430 pessoas estão intubadas em respiradores. O número representa 71,4% do total de internados em leitos críticos.
Já fora das unidades de atendimento crítico, em leitos clínicos, o RS tem 3.522 pessoas com Covid ou suspeita da doença hospitalizadas.
Cidades e regiões
O município de Porto Alegre tem taxa de ocupação de leitos de 98,6%, conforme a SES. Os 21 hospitais monitorados pelo governo do estado totalizam 1.098 pacientes em 1.113 vagas. No SUS, o índice de lotação é de 93,3%; na rede privada, 107%.
A Secretaria Municipal da Saúde, por sua vez, controla a fila de espera por atendimento nas UTIs em 18 hospitais. No início da tarde, com a atualização de 14 instituições, eram 112 pacientes aguardando transferência, sendo 91 com Covid e 21 com outras doenças.
Nas quatro unidades de pronto atendimento (UPAs) da capital, cinco pessoas aguardavam por um leito crítico.
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e clínicos em Porto Alegre
Das 21 regiões de monitoramento da Covid-19 no estado, cinco estão com os hospitais atendendo mais pacientes do que a capacidade geral. São elas, Cachoeira do Sul (150%), Uruguaiana (127%) Santa Cruz do Sul (118%), Lajeado (112%) e Palmeira das Missões (107%).
O painel da SES atualiza, de hora em hora, a situação de 300 hospitais do RS. Até às 13h07, 28 instituições não haviam fornecido dados recentes da ocupação de leitos.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem