UPAs operam quase 3 vezes acima da capacidade em Porto Alegre


Prontos atendimentos estão trabalhando com 282% da ocupação. Além disso, quase 100 pessoas aguardam por internação nas unidades. UPAs e postos de saúde estão superlotados devido à Covid-19 em Porto Alegre
As quatro Unidades de Pronto Atendimentos(UPA) de Porto Alegre iniciaram esta quarta-feira (24) com mais pacientes do que a capacidade máxima de operação. Segundo o painel de controle da prefeitura, até às 12h, as unidades recebiam 127 pessoas em 45 leitos, equivalente a 282% da ocupação.
Fora de leitos, outras 97 pessoas aguardam por internação e mais 17 esperam por atendimento.
Situação nas unidades
A situação mais grave é no pronto atendimento do bairro Bom Jesus, na Zona Leste, que atende 30 pacientes em sete leitos. Conforme classificação da Secretaria Municipal da Saúde, o grau de alerta no local é “altíssimo”.
Pessoas aguardam por atendimento em frente ao posto da Bom Jesus, em Porto Alegre
Reprodução/RBS TV
A UPA Moacyr Scliar, na Zona Norte, com 49 pessoas internadas em 17 vagas, suspendeu o atendimento de novos pacientes. De acordo com a gerente da unidade, Jaqueline Cesar Rocha, outras 47 pessoas estão na fila de observação, aguardando transferência.
“Ainda não tivemos condições de retomar atendimentos. Temos 47 pacientes em observação. Apesar da transferência de alguns, ainda temos 13 pacientes para UTI, que demandam mais recursos e mais cuidado pela equipe assistencial”, relatou.
Atendimento a novos pacientes foi suspenso na UPA Moacyr Scliar, na Zona Norte de Porto Alegre
Reprodução/RBS TV
O pronto atendimento da Lomba do Pinheiro, também na Zona Leste, está sob grau de alerta “muito alto”. A unidade tem nove leitos à disposição, mas conta com 24 pessoas internadas.
Na Zona Sul, o postão da Cruzeiro atende 24 pessoas em 12 vagas. Apesar da lotação, a prefeitura classifica a unidade em grau de alerta “moderado”. Na segunda-feira (22), servidores do pronto atendimento realizaram uma manifestação denunciando más condições de trabalho no local.
Transferências para UTIs
Entre os já atendidos nas UPAs, 29 pessoas aguardam transferência para UTIs. No entanto, a ocupação de leitos críticos na Capital se aproxima da capacidade máxima.
Às 12h, 773 pacientes estavam internados nas 800 vagas disponíveis em hospitais da cidade, o que representa 96,63% da lotação.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem