RS tem queda de 25% no número de assassinatos em fevereiro; estelionatos aumentaram 91%


Dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública na manhã desta terça (9). Latrocínio, que é o roubo seguido de morte, também caíu. Roubo de carros apresentou queda de 48,9% em Porto Alegre
Cesar Lopes/PMPA
O Rio Grande do Sul apresentou redução nos crimes contra a vida no mês de fevereiro. O número de assassinatos caiu 25,7% em relação ao mesmo período de 2020. Latrocínio, que é o roubo seguido de morte, também teve queda (-62,5%). As informações foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) na manhã desta terça-feira (9).
Conforme os dados, o número de vítimas de homicídio caiu de 179 no segundo mês de 2020 para 133 no mesmo período deste ano. O crime de latrocínio passou de oito em fevereiro de 2020 para três no último mês.
Vítimas de homicídio em fevereiro
Divulgação/SSP
Já o crime de estelionato teve aumento. Foram 2.865 casos no segundo mês de 2020 contra 5.485 em fevereiro deste ano, crescimento de 91,4%. O tráfico de entorpecentes também aumentou — de 852 para 1.161, porcentagem de 36,2%.
Na contramão desses dois tipos de delitos, outros crimes apresentaram quedas consideráveis. Foi o que aconteceu com o roubo de veículos, que teve redução de quase metade dos casos. Foram 470 ocorrências em fevereiro, 48,1% menos do que as 905 registradas no mesmo mês do ano passado.
O total atual é o menor para o período desde o início do monitoramento da SSP, em 2002.
A secretaria admite que as restrições de circulação impostas pela pandemia podem ter gerado algum impacto no número. Mas acrescentou que a redução recorde nos roubos de veículo ocorreu justamente no mês em que, apesar do constante alerta das autoridades, o nível de movimentação voltou a crescer.
Em Porto Alegre, a redução foi bastante significativa. Foram 184 roubos de veículos a menos, de 376 casos no ano passado para 192 neste ano (-48,9%).
O cenário ficou praticamente estável em fevereiro em relação aos ataques a banco e aos roubos de transporte coletivo no estado, que se mantiveram nos menores níveis desde 2012.
Na soma de furtos e roubos a estabelecimentos financeiros no estado, houve sete ocorrências, uma a menos que no mesmo mês de 2020 (-12,5%).
Entre os roubos a transporte coletivo, após um primeiro mês de alta, o estado voltou a registrar retração em fevereiro. Houve 93 casos envolvendo passageiros e profissionais que atuam em ônibus e lotações, 13,1% menos que os 107 em fevereiro do ano anterior.
Nos demais crimes patrimoniais, fevereiro também encerrou com queda. Houve baixa de 41,7% nos roubos em geral. Nos furtos, com 3,6 mil casos a menos, a redução foi de 36,8%.
Crimes patrimoniais no RS em fevereiro
Divulgação/SSP
VÍDEOS: Bom Dia Rio Grande

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem