RS tem 3,5 mil pessoas internadas em UTIs; taxa de ocupação de leitos é de 109%


Estado contabiliza 3.195 vagas de tratamento intensivo em 300 hospitais. Das 21 regiões monitoradas, 14 operam acima da capacidade. UTI lotada no Hospital de Clínicas, de Porto Alegre.
Silvio Avila/Divulgação
O Rio Grande do Sul registrou, nesta quinta-feira (18), taxa de 109% de ocupação de leitos de UTI. O estado opera acima da capacidade hospitalar desde o dia 2 de março, e este é o 17º dia seguido de lotação esgotada.
O boletim da Secretaria Estadual da Saúde (SES), atualizado às 11h15, contabiliza 3,5 mil pacientes em 3.195 vagas de tratamento intensivo.
Na rede privada, a taxa de ocupação é de 134%. Nos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é de 100%.
Ocupação de leitos de UTI no RS
O nível 4 do Plano de Contingência Hospitalar do RS autoriza a operação dos hospitais acima de 100% da capacidade, com o atendimento de pacientes em outros setores das instituições.
Dentro das UTIs, a taxa de uso de respiradores é de 85%. Além disso, a SES contabiliza 6.174 pacientes com Covid-19 atendidos em leitos clínicos, o equivalente a 83% do total de vagas.
O painel de controle da SES monitora a situação de 300 hospitais no RS. Até o final da manhã, 18 deles não haviam atualizado os dados.
Nesta quarta (17), o governador Eduardo Leite sugeriu o compartilhamento de leitos entre estados do Sul do país, principalmente em municípios próximos às divisas.
“É mais fácil fazer uma transferência da Região Norte do Rio Grande do Sul para Santa Catarina do que procurar dentro do próprio estado”, disse.
Porto Alegre
Segundo o painel da SES, o município de Porto Alegre atende 1.224 pessoas em 1.048 vagas, representando 117% da ocupação. O monitoramento observa a situação de 21 hospitais da Capital.
No SUS, são atendidos 672 pacientes em 641 leitos críticos (105%). Já na rede privada, são 552 pessoas internadas em 407 vagas (136%).
A prefeitura de Porto Alegre também controla a fila de espera por vagas em UTI em 18 hospitais da cidade. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, são 310 pacientes aguardando por leito, sendo 294 com Covid-19 e 16 com outras enfermidades. Ao todo, 13 instituições haviam atualizado os dados nesta manhã.
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e clínicos em Porto Alegre
Nas quatro unidades de pronto atendimento (UPAS), há 37 pacientes aguardando transferência para UTI.
Ocupação por regiões
O painel da SES divide os 497 municípios do RS em 21 regiões de monitoramento da Covid-19. Na atualização das 11h15, 14 regiões aparecem com 100% ou mais na taxa de ocupação de leitos de UTI em geral (veja tabela abaixo).
Em Horizontina, parte da região de controle de Santa Rosa, no Noroeste do RS, o Hospital Oswaldo Cruz improvisou três leitos de UTI na unidade. Já nas cidades de Carlos Barbosa e Vacaria, cidades da região de Caxias do Sul, os hospitais anunciaram restrições no atendimento de pacientes em razão do colapso.
Ocupação das UTIs em regiões do RS
* As regiões de Capão da Canoa, Santa Rosa e Taquara não têm leitos de UTI na rede privada, mesmo assim, instituições particulares atendem pacientes críticos em alas adaptadas.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem