RS completa 16 dias de lotação de UTIs acima de 100%; veja índice por região


Das 21 regiões do estado, 14 estão com superlotação. Em Porto Alegre, fila de espera por leito crítico registra 376 pessoas nesta quarta (17). Foto mostra profissional de saúde em UTI no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre
Diego Vara/Reuters
O Rio Grande do Sul alcançou, na tarde desta quarta-feira (17), uma taxa de 109,4% de ocupação de leitos de UTI. Já são 16 dias seguidos de operação do sistema de saúde acima da capacidade máxima.
Conforme boletim da Secretaria Estadual da Saúde (SES), atualizado às 15h11, eram 3.486 pacientes internados em 3.186 vagas, 300 pessoas a mais do que o limite operacional.
A situação é mais grave na rede privada, onde os hospitais atendem 1.198 pessoas em 892 leitos, ou seja, 134,3% da ocupação. Nos leitos críticos do Sistema Único de Saúde (SUS) são 2.288 internados em 2.294 vagas, o equivalente a 99,7%.
As instituições de saúde são autorizadas a exceder a capacidade máxima ao atender os pacientes em outras estruturas hospitalares. A prática é prevista no nível 4 do plano estadual de contingência contra o coronavírus.
Em todo o estado, os leitos clínicos para o atendimento de pessoas com Covid-19 operam com ocupação de 83,5%. Já a taxa de uso de respiradores nas UTIs está em 84,1%.
O painel de controle da SES monitora a situação de 300 hospitais no RS. Até o início da tarde, 15 deles não haviam atualizado seus dados.
Porto Alegre
A cidade de Porto Alegre, segundo monitoramento da SES, atende 1.209 pacientes em 1.048 vagas de 21 hospitais. A taxa de ocupação é de 115%, sendo 102% nos leitos públicos e 136% nos privados.
No Hospital de Clínicas, a idade média dos internados em UTIs é de 48 anos, a menor desde o início da pandemia.
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e clínicos em Porto Alegre
A Prefeitura da Capital também observa a fila de espera por vagas em UTI. Segundo o painel da Secretaria Municipal da Saúde, 332 pessoas aguardam por leitos nos 18 hospitais da cidade. Do total, são 277 pacientes com Covid-19 e 55 com outras doenças.
Além disso, as quatro unidades de pronto atendimento (UPA) da cidade contam com 44 pessoas esperando por transferência para um leito de UTI. Assim, a cidade tem pelo menos 376 pessoas na fila de espera por atendimento intensivo.
Ocupação por região
O painel da SES divide os 497 municípios do RS em 21 regiões de monitoramento da Covid-19. Na atualização das 15h11, 14 regiões aparecem com 100% ou mais na taxa de ocupação de leitos de UTI em geral (veja tabela abaixo).
Ocupação das UTIs em regiões do RS
* As regiões de Taquara e Santa Rosa não têm leitos de UTI na rede privada, mesmo assim, instituições particulares atendem pacientes críticos em alas adaptadas.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem