Presos servidores da Prefeitura de Viamão suspeitos de desviar vacinas contra a Covid-19


Durante operação ainda foram encontrados medicamentos, insumos médicos, receitas e carimbos de médicos gaúchos, além de munição. Frasco de CoronaVac parcialmente consumido foi encontrado com servidores
Divulgação / Polícia Civil
A Polícia Civil prendeu em flagrante, na quarta-feira (9), dois servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, suspeitos de desviar vacinas contra a Covid-19 do município para venda clandestina.
Na operação, foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência dos suspeitos, sendo apreendido um frasco da vacina CoronaVac, parcialmente consumido, além de três medicamentos com princípio ativo classificado pela Anvisa como causadores de dependência física e psíquica , também desviados da SMS, e quantia expressiva de insumos médicos desviados do acervo municipal do SUS, dentre eles grande quantidade de seringas.
Segundo a polícia, a investigação teve origem em denúncia formulada pela própria prefeitura da cidade.
Por meio de nota, a prefeitura informou que “tão logo surgiram indícios sobre os fatos, levou ao conhecimento da autoridade policial, possibilitando de forma decisiva que a operação tivesse o desfecho de hoje. Não toleramos e não somos coniventes com qualquer tipo de desvio dessa natureza. Assim como neste caso, todas as atitudes necessárias foram e serão tomadas”.
Durante a ação, ainda foram apreendidos receituários médicos com timbres de diferentes instituições de saúde em branco, inclusive para medicamentos controlados e dois carimbos com nome e CRM de médicos gaúchos. Também foram encontrados cartuchos de munição.762, de uso restrito das forças armadas e policiais.
Os servidores foram presos pelos crimes de peculato, infração de medida sanitária preventiva majorada e tráfico majorado de drogas. A polícia representou pela prisão preventiva e afastamento cautelar dos servidores das funções públicas.
Ainda serão investigadas as origens das munições apreendidas e crime de corrupção ativa praticado por pessoas que tenham pago valores para a aplicação clandestina do imunizante.
VÍDEOS: tudo sobre o RS

Ultimas notícias

MP faz operação em penitenciária de Guaíba; agente é suspeito de comandar esquema de negociação com detentas

Agente penitenciário seria responsável por fornecer celulares a detentas, suspeitas de serem integrantes de facção criminosa. Operação...

Mulher é morta a tiros em Viamão; ex-marido é apontado como suspeito, diz polícia

Após cometer o crime, homem se jogou da nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, afirma delegada. Vítima...

Família é presa por suspeita de tortura, escravidão e estupro a mulher com deficiência no RS

Ela era obrigada a trabalhar mais de 15 horas por dia sem comida e bebida e sem poder...

'Descobrir que tu está viva é fora de série', diz mulher que passou 175 dias com Covid em UTI do RS

Cristiane dos Reis Duarte, de 44 anos, foi hospitalizada em 30 de novembro do ano passado com a...

Veja tambem