Prefeitura de Porto Alegre autoriza serviços de drenagem no entorno da Arena do Grêmio


Trabalhos de desassoreamento devem ser concluídos em 90 dias. Acordo assinado em fevereiro prevê conclusão de todas as obras em 58 meses a partir da aquisição da gestão do estádio pelo clube. Arena do Grêmio fica na Zona Norte de Porto Alegre
Luciano Lanes/Arquivo PMPA
Após a assinatura do acordo definitivo para a retomada das obras do entorno da Arena do Grêmio, no mês passado, a Prefeitura de Porto Alegre autorizou à Arena Porto-alegrense, nesta quinta-feira (6), a execução de serviços de drenagem. O desassoreamento do canal Sul, de poços e o canal de expurgo da Estação de Bombeamento de Águas Pluviais (Ebap) número 5, na rua Voluntários da Pátria, são os primeiros trabalhos pactuados entre Arena e poder público.
O prefeito Sebastião Melo e o diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), Alexandre Garcia, assinaram a autorização que permite o começo das ações. Os serviços deverão ser concluídos em 90 dias.
“Esse momento é um grande passo. Depois de muitos anos, a prefeitura conseguiu firmar um acordo, já fez os primeiros trabalhos no local e aprovou o plano de ação da empresa. Essas obras irão trazer resultados há muito tempo esperados pela população e são as primeiras intervenções do que está previsto no acordo”, destaca o diretor-geral do Dmae.
Serão feitas as limpezas do canal Sul, que encaminha as águas das chuvas à estação de bombeamento, e do poço de chegada da Ebap e do canal de descarga, do outro lado da BR-290.
Já no canal que atravessa o chamado Beco Coca-Cola, entre a Voluntários da Pátria e a Frederico Mentz, deverão ser limpos 360 metros da tubulação, que conduzem os efluentes por uma canalização de 1,5 metro de diâmetro.
A previsão é que o desassoreamento neste ponto seja feito manualmente e com auxílio de bombas e equipamento sugador. Os resíduos removidos no processo serão dispostos no local até secagem e destinação final.
“Quando se construiu a Arena, uma série de pendências de mitigações e contrapartidas ficaram para trás. Agora, após acordo, será feito um trabalho de desassoreamento naquele canal Sul, que vem trazendo sérios problemas para a região. Essa é uma obra pontual, não podemos afirmar que estamos arrumando todo o entorno da Arena do Grêmio”, comentou o prefeito Sebastião Melo.
Assinado pelo município de Porto Alegre, Ministério Público do Rio Grande do Sul, Arena Porto-alegrense, OAS, Karagounis, Albisia, Acauã e Grêmio, o acordo repactua as obrigações assumidas em 2014, estimadas em R$ 44 milhões, conforme a prefeitura.
O documento prevê a conclusão de todas as obras no prazo de 58 meses a contar da aquisição da Arena pelo Grêmio, o que está previsto para ocorrer até outubro deste ano.
Vídeos: RBS Notícias

Ultimas notícias

Falta de insulina na rede pública de farmácias causa preocupação em pessoas com diabetes no RS

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, falta do medicamento ocorre desde maio. Ministério da Saúde alega que foram...

Rio Grande do Sul se aproxima de 1 milhão e 200 mil testes positivos de coronavírus. Mortos são quase 31 mil

Divulgado nesta quinta-feira (24), o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde ampliou para 1.199.084 o número de testes positivos de coronavírus no...

Ministra do STF rejeita novo habeas corpus de ex-segurança preso pela morte de homem negro em supermercado no RS

Defesa de Giovane Gaspar da Silva pedia a conversão da prisão preventiva em domiciliar para que respondesse o...

Banco do Brasil abre concurso com vagas para cinco regiões do RS

Mais de 150 vagas imediatas serão preenchidas. Concurso seleciona também para cadastro reserva. Cargo é de nível médio...

Veja tambem