Porto Alegre tem mais um dia com leitos de UTIs ocupados acima de 100% da capacidade; veja ranking


Capital do RS tem 867 pessoas internadas em 866 leitos críticos. Outros 199 pacientes aguardam por vagas de UTI na cidade. Foto mostra profissional de saúde em UTI no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre.
Diego Vara/Reuters
Pelo segundo dia consecutivo, Porto Alegre registrou ocupação máximas nas UTIs hospitalares. Até a tarde deste domingo (28), estava em 100,12% de lotação, eram 867 pessoas internadas nos 866 leitos críticos disponíveis na cidade, conforme monitoramento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).
Outras 199 pessoas aguardam por leitos do tipo em Porto Alegre. Do total, são 142 pessoas com Covid, 43 com outras enfermidades e mais 14 pacientes aguardando por transferência nas unidades de pronto atendimento (UPAs).
No sábado (27), a Capital esgotou, pela primeira vez, a capacidade de atendimento das UTIs. O número chegou a alcançar 102,67%.
O coordenador Municipal de Urgências de Porto Alegre, Diego Fraga, acredita que a situação dos hospitais não deve melhorar tão cedo.
“A gente não vê nenhuma melhora na próxima semana neste sentido. Acredito que as medidas que estão sendo tomadas hoje, que foram tomadas nessa última semana vão repercutir só daqui duas, três semanas. Então a gente reforça que a população mantenha o distanciamento, as medidas de higiene de mãos e procure seu posto de saúde quando for preciso”, disse.
Detalhamento
Das 867 pessoas em UTIs em Porto Alegre, 467 estão com coronavírus. Outros 58 pacientes têm a suspeita da doença e mais 342 estão internados por outros motivos.
Dos 17 hospitais monitorados pelo painel de controle da SMS, 10 estão com a capacidade esgotada (veja o ranking abaixo). A situação mais grave é no Hospital Moinhos de Vento, que atende 76 pessoas em 66 vagas (115%).
Ocupação das UTIs em Porto Alegre – Domingo (28/02)
Alternativas
O diretor técnico do Hospital Divina Providência, Willian Dalprá, explica que algumas instituições de saúde estão utilizando salas de recuperação (SRs) como leitos de UTI.
“A gente está no limite, utilizando as nossas SRs. A nossa emergência está lotada com pacientes em ventilação mecânica aguardando um leito de UTI. A nossa emergência já se transformou em uma grande UTI, à semelhança de outros hospitais”, alertou.
Na avaliação do médico, a simples ampliação da capacidade de atendimento crítico não resolve o problema, uma vez que as unidades precisam de profissionais e equipamentos para disponibilizar o leito.
“Está se construindo uma espécie de teatro, um teatro pandêmico, onde se banalizou a criação de leitos de UTI. […] Como se isso foi algo muito simples de se fazer. Essa mensagem a gente não pode passar para as pessoas. É muito complexo o que envolve a operacionalidade de um leito de UTIs. É muito complexo. São recursos humanos, tecnológicos, insumos”, observou Dalprá.
Neste domingo, o Rio Grande do Sul registrou 97,2% dos leitos de UTI ocupados em todo o estado, conforme atualização da Secretaria Estadual da Saúde divulgada às 19h06.
RS registra mais 49 óbitos por Covid-19; média móvel de mortes sobe 73% e atinge novo recorde
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Fórum da Liberdade começa nesta segunda em Porto Alegre

Evento online e gratuito reúne 26 palestrantes, entre eles o vice-presidente Hamilton Mourão e o ex-presidente Michel Temer. Começa, nesta aegunda-feira (12),...

RS tem 92% de ocupação de leitos de UTI; são 11 dias de operação abaixo do teto

Hospitais do estado registram 257 vagas abertas para atendimento de pacientes críticos. Das 3.154 pessoas internadas em terapia...

Cidades registram manifestações contra decisão do STF que autorizou estados e municípios a restringir cultos e missas presenciais

'Marcha da Família Cristã pela Liberdade' ocorreu neste domingo (11). Neste domingo (11), grupos cristãos realizaram "Marcha da...

Fiscalização flagra sete estabelecimentos abertos além do horário permitido em Porto Alegre

Autuações foram feitas pela Guarda Municipal da Capital entre sexta-feira (9) e sábado (10). Um foragido da Justiça...

Veja tambem