PIB do RS cresce 4% no 1º trimestre; 'Vacinação deve ajudar economia', diz pesquisadora


Estado teve crescimento superior ao produto interno bruto nacional. Renda do setor agropecuário subiu 37,5% no período. Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, PIB do RS aumentou 5,5%. PIB do RS: ‘Vacinação deve ajudar’, diz pesquisadora
O governo do Rio Grande do Sul divulgou, nesta quinta-feira (10), os resultados do produto interno bruto (PIB) referentes ao primeiro trimestre de 2021. A economia do estado cresceu 4% no período, em comparação com o trimestre imediatamente anterior (veja números abaixo).
O número é superior ao crescimento do PIB nacional, que foi de 1,2% no período. Os dados foram apresentados pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG).
Na comparação do primeiro trimestre de 2021 com o mesmo período de 2020, o PIB do Rio Grande do Sul cresceu 5,5%. O desempenho do Brasil nesse recorte foi de 1%.
De acordo com a coordenadora da Divisão de Análise Econômica do DEE/SPGG, Vanessa Sulzbach, o estado recuperou índices de antes da pandemia de Covid-19.
“Assim como o Brasil, nós já recuperamos o nosso nível pré-pandemia”, disse.
Ao falar de perspectivas, a pesquisadora ressalta que a vacinação da população contra o coronavírus, bem como a adaptação dos mercados às restrições da pandemia, devem auxiliar a economia do RS (veja vídeo acima).
“O avançar da vacinação deve ajudar, em alguma medida, na economia gaúcha. Assim como a própria atividade econômica já mais acostumada a trabalhar com algumas restrições”, explicou.
Clientes em comércio de rua em Porto Alegre
Alex Rocha/PMPA/Divulgação
Vanessa Sulzbach ainda afirma que, além de superar as perdas econômicas da pandemia, o Rio Grande do Sul voltou a patamares anteriores aos da crise de 2014 (veja o gráfico abaixo).
“A gente mais do que recuperou, a gente já está em um patamar muito parecido com o que a gente estava em 2014. Esses resultados do primeiro trimestre nos colocam num patamar de produção que a gente não via há bastante tempo”, comentou Sulzbach.
Evolução do PIB trimestral do Rio Grande do Sul e do Brasil desde 2005
DEE/SPGG/Divulgação
Setores
A agropecuária foi o setor com melhor desempenho no RS, obtendo crescimento de 35,7%, frente 5,7% de alta no Brasil. Na avaliação do DEE, parte dos resultados do agronegócio é fruto da recuperação do estado após a estiagem de 2020.
“Não teve nenhuma cultura que trouxe para baixo a produção neste ano. Em comparação com a base baixa do ano passado, a gente teve essa variação bastante positiva”, analisou Vanessa Sulzbach.
Exportações do agronegócio rendem 8,4% mais no RS
A indústria gaúcha cresceu 3,8%, contra 0,7% em todo o país. Por fim, o setor de serviços do estado obteve o mesmo resultado nacional, alta de 0,4% no PIB.
Evolução no ano
No agronegócio (+ 42,2), a produção de soja teve o maior crescimento na comparação com o primeiro semestre do ano passado, com alta de 74% na safra. As produções de fumo (20,6%), uva (29,2%) e milho (5,2%) também tiveram variação positiva.
O único mercado a encolher foi o do arroz, com queda de 0,8%. Entretanto, o DEE considera o resultado como dentro do esperado. Isso porque o grão, cuja lavoura é irrigada, ao contrário de outras culturas, não foi afetado pela estiagem.
Na indústria (+ 15,3%), o setor de máquinas e implementos teve resultados 55,9% superiores entre os primeiros três meses de 2021 e o mesmo período de 2020. O mercado de produtos de metal cresceu 33,8%. Já a produção de borracha e plástico rendeu 19,3% a mais neste ano.
O setor de serviços (- 2,4%), por outro lado, teve resultados negativos. Os maiores tombos foram na comercialização de livros e itens de papelaria (- 51,1%), materiais de escritório (- 33,7) e combustíveis (- -22,3).
As únicas áreas com variação positiva no comércio foram as farmácias (+ 18,8%) e materiais de construção (+ 24,3).
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

MP faz operação em penitenciária de Guaíba; agente é suspeito de comandar esquema de negociação com detentas

Agente penitenciário seria responsável por fornecer celulares a detentas, suspeitas de serem integrantes de facção criminosa. Operação...

Mulher é morta a tiros em Viamão; ex-marido é apontado como suspeito, diz polícia

Após cometer o crime, homem se jogou da nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, afirma delegada. Vítima...

Família é presa por suspeita de tortura, escravidão e estupro a mulher com deficiência no RS

Ela era obrigada a trabalhar mais de 15 horas por dia sem comida e bebida e sem poder...

'Descobrir que tu está viva é fora de série', diz mulher que passou 175 dias com Covid em UTI do RS

Cristiane dos Reis Duarte, de 44 anos, foi hospitalizada em 30 de novembro do ano passado com a...

Veja tambem