Pacientes recuperados da Covid-19 retornam para Rondônia após internação no RS


Oito pessoas voltaram para Porto Velho nesta quinta-feira (4). Ao todo, 14 rondonienses que receberam assistência hospitalar no estado já tiveram alta. Pacientes vindos de Manaus (AM) seguem hospitalizados em cidades gaúchas. Pacientes recuperados da Covid-19 retornam a Rondônia
Maurício Tonetto/Palácio Piratini
Mais oito pessoas que vieram ao Rio Grande do Sul para continuar o tratamento contra a Covid-19 retornaram nesta quinta-feira (4) a Porto Velho, em Rondônia, após receberem alta hospitalar. Ao todo, 14 pacientes já voltaram para o Norte do país.
Seis homens e duas mulheres, com idades entre 47 e 76 anos, embarcaram em Porto Alegre, por volta das 13h, em uma aeronave do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia. A previsão é que desembarquem na capital rondoniense entre 23h e meia-noite, após escalas em Londrina (PR) e Cuiabá (MT).
Apenas um dos pacientes precisou fazer uso de oxigênio do tipo óculos nasal, por precaução e para manter a respiração estável. Os demais estavam caminhando e conversando.
“Achei até que não fosse conseguir voltar para casa. Só tenho a agradecer”, afirmou o pastor Benedito Prata dos Santos, de 53 anos.
Os rondonienses desembarcaram nos dias 27 e 29 de janeiro na Capital. Desde então, estiveram internados nos hospitais de Clínicas, Conceição e Vila Nova.
“Agradeço por ter sido tão bem tratada aqui no Rio Grande do Sul. Indescritível o cuidado que cada uma das pessoas teve comigo no hospital [de Clínicas]”, disse outra paciente, Antusa Jandira Nobre das Neves, de 47 anos.
Além dos oito que embarcaram nesta quinta, uma mulher retornou no dia 29 de janeiro e outros cinco pacientes (quatro mulheres e um homem) voltaram no dia 1º de fevereiro. Os seis retornaram em voos comerciais.
Entre os pacientes que vieram de Manaus, nenhum teve alta ainda.
O Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria Estadual da Saúde (SES) aproveitou a vinda do avião para pedir que o governo de Rondônia cedesse, por meio de permuta, medicamentos que estão com os estoques críticos no Rio Grande do Sul. Foram trazidos cerca de 14 mil comprimidos dos medicamentos Raloxifeno e Fludrocortisona, que são tratamento para as doenças hiperplasia adrenal congênita e osteoporose, respectivamente.
Em contrapartida, o RS enviou para RO medicamentos que somam o mesmo valor equivalente, em torno de R$ 33 mil.
Pacientes recuperados da Covid-19 retornam a Rondônia
Maurício Tonetto / Palácio Piratini
Vídeos: RBS Notícias

Ultimas notícias

Municípios do RS temem 'apagão' por falta de vacina contra a Covid, diz Conselho das Secretarias de Saúde

Fiocruz e Butantan anunciaram a paralisação na fabricação das vacinas Oxford/AstraZeneca e CoronaVac. Secretaria da Saúde estima que...

Operação dispersa pontos de aglomeração em Porto Alegre

Ocorrências foram registradas nos bairros Centro Histórico, Arquipélago, Cidade Baixa e Moinhos de Vento. Festa realizada em estabelecimento...

Homem de 72 anos é morto a tiros em Porto Alegre

Vítima, identificada como João Carlos Franco Cunha, de 72 anos, foi atingido por dois tiros na nuca e...

Museus recebem visitantes com hora marcada no RS; saiba como agendar

Reabertos após período de restrições, os museus históricos e artísticos da Capital e interior do estado organizam as...

Veja tambem