No sexto dia de operação abaixo do limite, hospitais do RS têm mais de 200 vagas de UTI livres


Depois de ficar um um mês com a capacidade esgotada, índice de ocupação está abaixo do 100% desde quinta-feira (1º). Paciente intubado no Hospital das Clínicas, no dia 17 de março
Amanda Perobelli/Reuters
O Rio Grande do Sul chegou ao sexto dia sem atingir a lotação máxima geral das UTIs, nesta terça-feira (6), segundo dados do painel de leitos do governo do estado. Desde março, com o aumento do número de casos de coronavírus, o sistema de saúde vinha operando com capacidade excedida.
Até às 16h07, 94% dos 3.399 leitos estavam ocupados, com 3.183 pacientes. O primeiro dia que registrou queda na ocupação em um mês foi a última quinta-feira (1º). A diferença entre leitos ocupados e vagos chegou a 216. Veja no vídeo abaixo como foram os meses sem lotação excedida no RS.
Veja a situação de ocupação de leitos em Porto Alegre
Mapa do coronavírus mostra o número de casos e mortes por cidade
Entre os internados, 2.302 (ou 72%) são pacientes Covid, 3,6% (116) são suspeitos da doença ou de síndrome respiratória aguda grave e 24% (765) não possui a doença.
Apesar da baixa na ocupação geral, os leitos privados seguem com superlotação (105%)%, enquanto no SUS, há disponibilidade de vagas (89%).
A SES monitora 300 hospitais em todo o estado, sendo que 17 deles ainda não tinham atualizado seus indicadores no meio da tarde.
A taxa de uso de respiradores é de 75%, e a ocupação de leitos clínicos é 45%.
Entenda a situação da falta de leitos de UTI no RS
Ocupação por regiões
Das 21 regiões Covid que compõem o estado, quatro estão com a capacidade de UTI esgotada: Passo Fundo, Lajeado, Uruguaiana e Cachoeira do Sul.
Os hospitais públicos estão superlotados em dois das 21 localidades, enquanto os privados operam acima de 100% em 12 regiões (veja tabela abaixo).
Ocupação de UTIs nas Regiões Covid
Porto Alegre
O painel de monitoramento da SES controla ainda 21 hospitais de Porto Alegre. De acordo com o órgão, a cidade tem 1.070 pacientes internados em 1.106 leitos críticos, o equivalente a 97%. Até segunda (5), o índice ultrapassava os 100%.
Na rede pública, a taxa de ocupação é de 94%. Já na rede privada, o índice é de 101%.
No controle feito pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em 18 hospitais e em quatro unidades de pronto atendimento (UPAs), a fila de espera por um leito de UTI é de 119 pessoas, 26 a menos do que o dia anterior.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS
Initial plugin text

Ultimas notícias

Menino de dois anos morre após incêndio em casa de Sapucaia do Sul, dizem Bombeiros

Ocorrência foi registrada na tarde de sábado (10). Segundo comandante dos Bombeiros da cidade, fogo teria iniciado em...

Fórum da Liberdade começa nesta segunda em Porto Alegre

Evento online e gratuito reúne 26 palestrantes, entre eles o vice-presidente Hamilton Mourão e o ex-presidente Michel Temer. Começa, nesta aegunda-feira (12),...

RS tem 92% de ocupação de leitos de UTI; são 11 dias de operação abaixo do teto

Hospitais do estado registram 257 vagas abertas para atendimento de pacientes críticos. Das 3.154 pessoas internadas em terapia...

Cidades registram manifestações contra decisão do STF que autorizou estados e municípios a restringir cultos e missas presenciais

'Marcha da Família Cristã pela Liberdade' ocorreu neste domingo (11). Neste domingo (11), grupos cristãos realizaram "Marcha da...

Veja tambem