Museus recebem visitantes com hora marcada no RS; saiba como agendar


Reabertos após período de restrições, os museus históricos e artísticos da Capital e interior do estado organizam as visitas para evitar aglomerações. Casa de Cultura Mario Quintana
Tiago Guedes/RBS TV
Fechados após período de restrições devido à pandemia, os museus no RS recebem visitantes, com horário agendado, para evitar aglomerações. Pelas regras estaduais, os museus podem receber 25% da capacidade.
Em Porto Alegre, a Casa de Cultura Mário Quintana, um dos locais mais tradicionais do Centro da Capital, reabriu no último dia 4, com exposições inéditas, após ficar fechada por quase toda a pandemia.
Por enquanto, são permitidos apenas dez visitantes por hora. O teatro e os cinemas continuam fechados.
“Esse momento tão delicado que a gente vive eu acho que a cultura acaba adquirindo um papel muito importante. Inclusive pra que as pessoas tenham algo, uma válvula de escape pra tanta tragédia que a gente vive. Eu acho que a cultura tem essa importância”, diz o diretor da Casa de Cultura, Diego Groisman.
“A gente entende a Casa de Cultura como esse lugar que as pessoas tão acostumadas a vir e poder fluir arte, manifestações artísticas diversas. A gente fica muito feliz que a casa esteja aberta, contente de poder receber nosso público de volta”, afirma.
As visitas podem ser agendadas pelo e-mail [email protected], com possibilidade de mediação, em português, inglês e espanhol. A CCMQ abre de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h
Também no Centro, na Praça da Alfândega, mais de 400 bonecas feitas com restos de tecido, criação de Lia Menna Barreto, são atração no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, o Margs. O museu passou por reformas e agora recebe obras também do lado de fora. O espaço possui outras exposições.
Agende a visitação para o Margs
Outro cartão postal da Capital, a Fundação Iberê Camargo também reabriu em maio, com cinco novas exposições que exploram as artes e a moda. Com capacidade para 500 pessoas, recebe agora menos de 100 visitantes por vez. Enquanto esteve fechado, manteve contato com o público pela internet.
“O digital foi muito importante, ele continuará importante nas nossa vidas. Mas ver uma obra de arte o digital jamais vai substituir. Essa relação direta com a obra, com a cor, com a textura, são coisas que o digital tá longe ainda de conseguir trazer pra você essa qualidade de experiência”, afirma o diretor-superintendente da Fundação Iberê Camargo, Emilio Kalil.
Agende a visita para a Fundação Iberê Camargo
Fundação Iberê Camargo
Elvira Fortuna
Atrações no interior
No interior do RS, o Museu Histórico Farroupilha, no município de Piratini, é a opção para quem quer conhecer mais da história do estado. Em seu acervo, guarda objetos antigos, que ajudam a contar a história da Guerra dos Farrapos.
O museu recebe até seis pessoas por vez, também mediante agendamento.
A visita é agendada pelo e-mail [email protected]
“Para nós é uma grande alegria poder receber o público na nossa instituição. A visita está sendo monitorada, respeitando todos os protocolos de saúde”, afirma a diretora do Museu, Francieli Domingues.
“As pessoas que visitam a nossa instituição recebem em mãos uma parcela histórica muito importante da cultura gaúcha, da história do nosso povo, de todas essas façanhas que nós enaltecemos. Então estar novamente frente a frente com o público é muito satisfatório”, completa.
E, em Passo Fundo, no Norte do RS, uma exposição especial pode ser vista por todos, projetada na fachada do Museu de Artes Visuais Ruth Schneider, em homenagem a quem luta pela vida em hospitais e unidades de saúde.
A iniciativa faz parte das comemorações de 25 anos do Museu de Passo Fundo, e vai ser exibida em outros cantos da cidade até o dia 10 de junho.
“A porta dele pode estar e fechada, mas ele está vivo ainda. Então a gente quis, dessa maneira, de colocar as projeções pra mais pessoas verem”, afirma o fotógrafo Diogo Zanatta.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

MP faz operação em penitenciária de Guaíba; agente é suspeito de comandar esquema de negociação com detentas

Agente penitenciário seria responsável por fornecer celulares a detentas, suspeitas de serem integrantes de facção criminosa. Operação...

Mulher é morta a tiros em Viamão; ex-marido é apontado como suspeito, diz polícia

Após cometer o crime, homem se jogou da nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, afirma delegada. Vítima...

Família é presa por suspeita de tortura, escravidão e estupro a mulher com deficiência no RS

Ela era obrigada a trabalhar mais de 15 horas por dia sem comida e bebida e sem poder...

'Descobrir que tu está viva é fora de série', diz mulher que passou 175 dias com Covid em UTI do RS

Cristiane dos Reis Duarte, de 44 anos, foi hospitalizada em 30 de novembro do ano passado com a...

Veja tambem