Incêndio atinge casarão histórico construído em 1845 em Novo Hamburgo


Segundo os bombeiros, cerca de 40% do telhado da casa ficou comprometido. Ninguém ficou ferido. Local é considerado patrimônio histórico pelos moradores. Incêndio começou no quarto de hóspedes do andar superior do Casarão Friedrich
Divulgação/Corpo de Bombeiros NH
Um incêndio atingiu o histórico casarão da família Friedrich, na Rua Bento Gonçalves, em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na manhã desta terça-feira (2). Ninguém ficou ferido.
O imóvel, construído em 1845, não é tombado pelo município. Mesmo assim, é considerado um patrimônio histórico pelos moradores.
A causa provável do fogo foi um curto circuito na fiação, de acordo com o Corpo de Bombeiros. A primeira ligação recebida foi às 8h40, por pessoas que passavam pelo local. Foram necessárias três horas para conter as chamas.
A família mora no local, segundo os bombeiros. Porém, no momento do incêndio, não havia ninguém no imóvel. Uma funcionária da casa estava em um anexo nos fundos do terreno e só percebeu o fogo com a chegada dos bombeiros.
“A princípio começou no forro de um dos cômodos do andar de cima, em um quarto de hóspedes. Causou bastante dano no telhado e o quarto ficou completamente destruído”, relata o sargento do Corpo de Bombeiros, Luis Marcelo Müller da Costa.
O sargento explica que por se tratar de uma casa antiga e com madeira muito grossa, foi necessário o uso de grande quantidade de água.
“É uma casa muito grande, com telhado muito grande. E o telhado ficou cerca de 40% comprometido”, diz.
‘Duro golpe na história’, diz prefeita
A prefeita de Novo Hamburgo Fátima Daudt se manifestou sobre o ocorrido.
“O incêndio em parte do Casarão dos Friedrich nesta manhã é um duro golpe na história de Novo Hamburgo. Prédios históricos como este são referências de nossas raízes e mantêm vivas as lembranças de um passado muito rico em nossa cidade. Recentemente, festejamos a conclusão da restauração do antigo Lar das Meninas, em Hamburgo Velho. Como arquiteta e urbanista, mas acima de tudo como cidadã, torço para que os estragos tenham sido o mínimo possível no Casarão dos Friedrich.”
Incêndio comprometeu boa parte do telhado da casa
Divulgação / Corpo de Bombeiros NH
‘Poderia ter status de patrimônio nacional’
A casa é ampla e muito conhecida na região de Novo Hamburgo. Segundo o curador da Fundação Scheffel, Angelo Reinheimer, o local conta com animais, plantação, horta, pomar e galpões. Tem também um local que funcionava como uma senzala.
“Além de tudo tem uma espetacular área verde com mata nativa, córrego, açude. É uma coisa impressionante. Poderia ter status de patrimônio nacional. Agora vamos tentar buscar a proteção e efetiva reparação do que foi estragado”, diz.
Para ele, foi uma tragédia para a comunidade.
“É uma tristeza, uma tragédia pra nós, equiparada e guardadas as dimensões, ao que aconteceu ao Museu Nacional. É uma situação muito triste e a gente espera que tenha atenção dos órgãos competentes para tomar medidas emergenciais e assegurar que o que está lá sobreviva da melhor forma”.
Casarão Friedrich em Novo Hamburgo
Divulgação / Corpo de Bombeiros NH
VÍDEOS: Jornal do Almoço

Ultimas notícias

Municípios do RS temem 'apagão' por falta de vacina contra a Covid, diz Conselho das Secretarias de Saúde

Fiocruz e Butantan anunciaram a paralisação na fabricação das vacinas Oxford/AstraZeneca e CoronaVac. Secretaria da Saúde estima que...

Operação dispersa pontos de aglomeração em Porto Alegre

Ocorrências foram registradas nos bairros Centro Histórico, Arquipélago, Cidade Baixa e Moinhos de Vento. Festa realizada em estabelecimento...

Homem de 72 anos é morto a tiros em Porto Alegre

Vítima, identificada como João Carlos Franco Cunha, de 72 anos, foi atingido por dois tiros na nuca e...

Museus recebem visitantes com hora marcada no RS; saiba como agendar

Reabertos após período de restrições, os museus históricos e artísticos da Capital e interior do estado organizam as...

Veja tambem