Governador do RS diz que retomada da cogestão não será um 'libera geral'


Mudança depende de análise de dados para vigorar já na segunda-feira (22). Sistema possibilita flexibilização de medidas, com o compartilhamento da gestão das restrições com prefeituras. Governador Eduardo Leite fala sobre o enfrentamento à pandemia de Covid-19 no RS
Apesar da alta nas mortes por coronavírus no Rio Grande do Sul, que atingiram o recorde na terça-feira (16), o governo do estado afirma que já registra menores taxas de contágio e de novos internados por dia em hospitais. Com base nesses números, o governador Eduardo Leite justificou a possibilidade de retomada da cogestão do modelo de Distanciamento Controlado a partir de segunda-feira (22).
No sistema, suspenso desde 27 de fevereiro, o estado compartilha as decisões sobre as medidas de restrição com os municípios, que podem flexibilizar algumas normas.
Em entrevista ao Jornal do Almoço, da RBS TV, nesta quarta-feira (17), Leite explicou que o governo ainda analisa os dados para definir o que será feito a partir da próxima semana.
“Se houver indicadores suficientes de que estamos com a redução desta taxa de contágio, nós podemos evoluir para, no final de semana, determinar efetivamente este passo da retomada da cogestão. O que é importante dizer, não será um ‘libera geral’, não será uma volta ao normal. Vão ter restrições muito severas a diversos setores e com muita fiscalização se tivermos segurança para dar este passo”, afirmou.
Entenda abaixo como funciona o distanciamento controlado
Distanciamento Controlado: entenda sistema vigente no RS
Indicadores
Eduardo Leite comentou sobre o aumento no número de mortes no estado. Na terça-feira, o RS registrou 502 óbitos por coronavírus em 24h. Na avaliação do governador, as mortes retratam a situação vivida no estado há algumas semanas, antes do aperto nas restrições.
Como um dos indicadores analisados para avaliar a retomada da cogestão, Leite ressaltou a taxa de transmissão, que calcula quantas pessoas podem ser infectadas por alguém contaminado. Conforme dados do estado, o índice baixou de 2,35 para 1,41 nas últimas semanas.
“As mortes nos chocam, elas nos entristecem profundamente, mas são um indicador tardio da pandemia. A taxa de contágio já está reduzindo em função das nossas restrições”, disse.
Segundo Eduardo Leite, a queda no contágio já se reflete nas internações por Covid-19. Até a tarde desta quarta-feira (17), a ocupação dos leitos de UTI era de 109% no RS.
“A gente teve esse ciclo assustador de crescimento nas internações, mas ele se interrompe nos últimos dias. A demanda em internações hospitalares ainda está num nível muito alto, mas parou de crescer. E essas internações que estão, portanto, estabilizando, vão significar redução de mortes mais à frente”, projetou.
Governador do RS, Eduardo Leite, durante entrevista ao Jornal do Almoço nesta quarta (17)
Reprodução/RBS TV
Vacina
No dia em que o RS recebeu mais 318,2 mil doses de vacina contra o coronavírus, o governador projetou a ampliação da faixa etária do público apto a se imunizar. De acordo com Leite, o estado quer chegar ao mês de abril com as pessoas de 60 anos ou mais já vacinadas.
“A gente está negociando. Nós conversamos com a Pfizer, com a Janssen, com a União Química. Estamos abrindo todas as frentes possíveis, mas há uma limitação da capacidade de disponibilidade imediata dessas vacinas. O que nós projetamos é, talvez, termos no mês de abril pelo menos a população acima de 60 anos integralmente imunizada”, comentou.
Também em entrevista ao Jornal do Almoço (veja abaixo), o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, falou da compra de doses no município. A Capital pretende adquirir vacinas em conjunto com a Frente Nacional dos Prefeitos e com o consórcio de cidades da Região Metropolitana.
“Nós estamos em fase de negociações com as vendedoras de vacina. O certo é que nós vamos comprar vacina”, afirmou.
O estado alcançou, nesta quarta-feira, 664.023 pessoas vacinadas em primeira dose e 243.097 vacinados já com a segunda dose. Já a prefeitura de Porto Alegre calcula 140.552 imunizados contra o coronavírus, sendo 67.721 com a segunda dose aplicada.
Sebastião Melo fala sobre enfrentamento da pandemia de coronavírus em Porto Alegre
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem