Em processo de autofalência, rede de lojas Tok tem bens avaliados para venda no RS


Rede, fundada em 1977, requereu autofalência, que foi determinada em março. Com passivo de mais de R$ 30 milhões, empresa tem bens avaliados para venda ou leilão. Rede de lojas pediu autofalência na Justiça de Porto Alegre
Reprodução/Facebook
A rede de lojas de roupas femininas Tok, de Porto Alegre, está em processo de avaliação de bens após deferimento do pedido de autofalência, devido à situação de crise financeira. Segundo o advogado da empresa, Guilherme Caprara, a Tok acumulou passivo de R$ 37,5 milhões, o que levou a pedir o reconhecimento da falência.
A determinação foi deferida em março, pela Vara de Direito Empresarial de Porto Alegre. A rede, fundada em 1977, fechou todas as suas unidades. Um administrador judicial foi nomeado, e atualmente os bens da empresa, entre eles saldos de estoque, mobiliário, e a própria marca são avaliados, para venda e leilão.
A loja passou, em 2015 alteração de controle acionário. “De lá pra cá, tentaram readequar a marca, mas isso não funcionou tão bem e cenário acabou comprometendo. 2020 foi a pá de cal com a pandemia”, aponta o advogado.
“Os sócios estavam aportando recursos particulares para manter a operação ativa, mas não foi suficiente. Não mais interessados em continuar aportando recurso, não identificaram outra medida”, explica.
Do total de dívida, R$ 30 milhões é tributário, e o restante é concentrado em fornecedores, instituições bancárias e credores diversos. Segundo o advogado, restam alguns processos trabalhistas pontuais, na ordem de R$ 200 mil.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

MP faz operação em penitenciária de Guaíba; agente é suspeito de comandar esquema de negociação com detentas

Agente penitenciário seria responsável por fornecer celulares a detentas, suspeitas de serem integrantes de facção criminosa. Operação...

Mulher é morta a tiros em Viamão; ex-marido é apontado como suspeito, diz polícia

Após cometer o crime, homem se jogou da nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, afirma delegada. Vítima...

Família é presa por suspeita de tortura, escravidão e estupro a mulher com deficiência no RS

Ela era obrigada a trabalhar mais de 15 horas por dia sem comida e bebida e sem poder...

'Descobrir que tu está viva é fora de série', diz mulher que passou 175 dias com Covid em UTI do RS

Cristiane dos Reis Duarte, de 44 anos, foi hospitalizada em 30 de novembro do ano passado com a...

Veja tambem