Com superlotação em hospitais privados, RS tem quase 86% dos leitos de UTI ocupados


Segundo diretor do Departamento de Regulação Estadual, alguns hospitais diminuíram leitos privados e outros, as vagas extras. Leitos pelo SUS apresentam alívio e se aproximam de 80% da capacidade. CTI do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre
HMV/Divulgação
Se, por um lado, o Rio Grande do Sul mantém a taxa geral de ocupação dos leitos de UTI em torno de 86%, por outro, as instituições privadas voltaram a operar com superlotação. Às 16h07 desta segunda-feira (26), 896 pacientes estavam em 895 leitos de instituições particulares, lotação de 100,1%.
Segundo o diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade, alguns hospitais diminuíram leitos privados e outros, os leitos extras. Desde 25 de fevereiro, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) ativou a fase 4 do Plano de Contingência Hospitalar, e, de acordo com o diretor, não há previsão de revogá-la ainda.
A sobretaxa, embora mínima, mostra que o momento ainda é crítico no estado. As regiões Covid de Uruguaiana e Cachoeira do Sul seguem operando acima da capacidade nas instituições privadas. Da mesma forma, Santo Ângelo, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Pelotas, Canoas e Passo Fundo ainda tinham mais pacientes do que leitos.
O que diminui a ocupação são as vagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Na contagem geral, haviam 1.996 pacientes para 2.473 leitos, uma taxa de 80,7%, pouco acima da margem considerada crítica.
No geral, haviam 2.892 pessoas para 3.368 vagas. A taxa de ocupação, logo, era de 85,9%, o que mantém o alerta no RS.
Porto Alegre tem leve melhora
Em Porto Alegre, tanto os leitos privados como os via SUS apresentam ocupação acima de 80%, mas sem superlotação. Nesta segunda, os hospitais da Capital tinham 953 pacientes em 1.083 vagas: 82% de ocupação entre leitos SUS e 98% entre leitos privados.
O lado positivo é que a internação por Covid-19 está diminuindo. A relação que, em semanas anteriores, era de quatro pacientes com coronavírus para cada internado por outras doenças agora é de dois para um.
Pelo menos 64,5% das pessoas hospitalizadas tinha diagnóstico positivo para o coronavírus. Fora dos leitos de UTI a ocupação era de 33,5%.
Vídeos: RBS Notícias

Ultimas notícias

Enfermeiros e técnicos são os profissionais de saúde mais atingidos pela Covid no RS, aponta boletim

Quase metade dos 32 mil profissionais da saúde infectados são da área da enfermagem. Dia Internacional da Enfermagem,...

Cresce procura por atendimento psicológico no RS; veja locais que oferecem apoio gratuito ou com 'valor social'

Orientação da Secretaria Estadual da Saúde é buscar o atendimento na rede de atenção primária. Estado tem 212 unidades do Centros de...

Governo distribui 310 câmaras frias para vacinas a cidades do RS com menos de 100 mil habitantes

No total, 194 municípios serão contemplados. Primeiras 52 receberam nesta terça (11). Objetivo é aprimorar a Rede de...

Justiça determina que servidores da educação em greve voltem ao trabalho em Porto Alegre

Professores e funcionários de escolas estavam paralisados desde 7 de maio. Grupo é contrário à retomada das atividades...

Veja tambem