Cidades do RS afirmam que remessa de CoronaVac não é suficiente para aplicar 2ª dose em todos atrasados; veja lista


Secretaria Estadual da Saúde diz que quantidade entregue aos municípios é matematicamente suficiente para imunizar quem está com a segunda dose em atraso. Caixa com ampolas da CoronaVac em Porto Alegre
Cristine Rochol/PMPA/Divulgação
Ao menos 10 municípios do Rio Grande do Sul afirmam que a remessa da CoronaVac, entregue pelo governo do estado, nesta quarta-feira (19), não será suficiente para completar a segunda dose de quem está com a imunização atrasada. Veja lista abaixo.
O manifestação das prefeituras contraria o exposto pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), no domingo (16). Na ocasião, a pasta afirmou que a quantidade entregue nesta semana seria capaz de garantir o reforço vacinal de quem tinha tomado a primeira dose da CoronaVac.
Em nota divulgada nesta quarta, a SES reforçou seu posicionamento, dizendo que, “matematicamente”, distribuiu doses suficientes aos municípios. De acordo com o governo do estado, 1.650.580 doses da CoronaVac foram destinadas à segunda aplicação, aproximadamente 3 mil a mais do que o enviado para a primeira dose. Veja a íntegra da nota abaixo.
O governo do estado orienta que as vacinas sejam aplicadas tão logo seja possível e que as prefeituras façam o registro Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações.
Pouco mais de 251 mil doses da CoronaVac estão sendo distribuídas pelo estado ao longo do dia. Parte da remessa é composta por uma carga de 188 mil doses da vacina, que chegou ao RS na terça.
Cidades que dizem não ter doses suficientes
Região Metropolitana
A Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre afirma que, mesmo com a entrega de 37.590 doses, conforme a SES, não será possível completar a imunização de quem está com o reforço atrasado. A prefeitura não informou quantas doses seriam necessárias para vacinar todos que aguardam pela Coronavac.
A Prefeitura de Gravataí afirma que só receberá 60% das doses que necessita. Segundo a SES, a cidade irá receber 6.130 vacinas.
A cidade de Sapucaia do Sul diz ter 5,3 mil pessoas em atraso. Entretanto, o município só receberá 2.880 doses.
A Prefeitura de Cachoeirinha também diz ter 5,3 mil pessoas na fila pela segunda dose da CoronaVac. O total destinado ao município é de 2.650 doses.
Já em São Leopoldo, há 5,2 mil pessoas com doses em atraso e 4.680 doses entregues no último lote. Segundo o município, vão faltar em torno de 520 doses para garantir o reforço da CoronaVac a todos.
Em Novo Hamburgo, a Secretaria Municipal da Saúde diz que as 5,2 mil doses recebidas nesta quarta não serão suficientes para zerar a fila de pessoas que aguardam o imunizante na cidade. A prefeitura não informou quantas doses faltam.
A cidade de Alvorada recebeu 3.660 doses de CoronaVac. A prefeitura ainda não tem o número exato de quantas doses podem faltar, o estoque está sendo verificado pela Secretaria da Saúde.
Região Norte
A cidade de Erechim recebeu 2.260 doses. Segundo a prefeitura, cerca de 3 mil pessoas estão com a segunda dose em atraso.
Em Passo Fundo, são 3,9 mil pessoas que precisam tomar a segunda dose, de acordo com a prefeitura. Todavia, o município recebeu 3.760 doses.
Região Sul
A chegada de 8.520 doses da CoronaVac em Pelotas não será suficiente para fechar o esquema vacinal, conforme a Vigilância em Saúde do município. A prefeitura estima que faltariam cerca de 10 mil doses para concluir a imunização dos idosos, mesmo com a chegada da nova remessa.
Região da Serra
O município de Bento Gonçalves necessita de 3,7 mil doses, segundo a prefeitura, mas recebeu um lote com 2.470 doses.
Nota da SES:
“Desde o início da campanha de vacinação da Covid-19 no RS, em janeiro de 2021, a Secretaria da Saúde (SES) distribuiu 1.647.470 doses da vacina Coronavac aos municípios gaúchos para aplicação da primeira dose em grupos prioritários, seguindo a ordem estabelecida pelo Plano Nacional de Imunizações (PNI) e conforme pactuações entre Estado e municípios (municípios representados pelo Conselho das Secretarias Municipais de Saúde, o Cosems).
Para segundas doses (D2), a SES repassou 1.650.580 doses aos municípios (a última distribuição está ocorrendo nesta quarta, dia 19).
Matematicamente, portanto, o Estado distribuiu doses suficientes para completar o esquema vacinal de todos os gaúchos imunizados com a primeira dose da vacina Coronavac.
A recomendação da SES é que os municípios apliquem as segundas doses da Coronavac recebidas nesta quarta tão logo seja possível, para garantir a imunidade completa dos cidadãos, e que registrem de forma célere todas as aplicações no SI-PNI (Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações). A partir desse registro, será possível avaliar faltas pontuais e planejar, se for o caso, remanejamento de saldos entre os municípios.
É importante, nesse sentido, que as doses de Coronavac que estão sendo distribuídas nesta quarta sejam aplicadas exclusivamente para D2 e que haja o registro imediato no sistema oficial de acompanhamento, o SI-PNI.”
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Falta de insulina na rede pública de farmácias causa preocupação em pessoas com diabetes no RS

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, falta do medicamento ocorre desde maio. Ministério da Saúde alega que foram...

Rio Grande do Sul se aproxima de 1 milhão e 200 mil testes positivos de coronavírus. Mortos são quase 31 mil

Divulgado nesta quinta-feira (24), o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde ampliou para 1.199.084 o número de testes positivos de coronavírus no...

Ministra do STF rejeita novo habeas corpus de ex-segurança preso pela morte de homem negro em supermercado no RS

Defesa de Giovane Gaspar da Silva pedia a conversão da prisão preventiva em domiciliar para que respondesse o...

Banco do Brasil abre concurso com vagas para cinco regiões do RS

Mais de 150 vagas imediatas serão preenchidas. Concurso seleciona também para cadastro reserva. Cargo é de nível médio...

Veja tambem