Berenice Azambuja morre aos 69 anos em Passo Fundo


Gaiteira, cantora e compositora, Berenice teve uma parada cardíaca no hospital São Vicente de Paulo. Em abril, ela teve alta de hospital após se recuperar da Covid-19. A gaiteira Berenice Azambuja em uma das inúmeras apresentações no Galpão Crioulo, da RBS TV
Emílio Pedroso/Agencia RBS
Morreu na noite de quinta-feira (3) a gaiteira, cantora e compositora Berenice Azambuja. Aos 69 anos, ela estava internada no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, na região Norte do Rio Grande do Sul.
Berenice lutava contra um câncer no pâncreas e morreu após uma parada cardíaca. Ela deixa um filho.
“Lutou até não aguentar mais”, disse a amiga Ana Paula Bolsonelo Costa, que acompanhou Berenice nos últimos dias.
As cerimônias de despedida acontecem nesta sexta-feira (4) na cidade de Vila Lângaro, no Norte do estado. O enterro está previsto para as 17h.
Cantora tradicionalista Berenice Azambuja tem alta após internação por Covid-19
Em abril, Berenice recebeu alta de hospital após superar a Covid-19. Para comemorar, saiu da instituição tocando gaita e cantando o seu maior sucesso ‘É disso que o velho gosta’ (veja vídeo acima).
Natural de Porto Alegre, Berenice foi umas das mulheres pioneiras no tradicionalismo gaúcho. Ela soma 17 discos gravados, sendo que três conquistaram o Disco de Ouro.
Em março deste ano, Berenice foi homenageada no programa Galpão Crioulo, da RBS TV, em um especial do Mês da Mulher.
Berenice Azambuja ao lado de Neto Fagundes no Galpão Crioulo, da RBS TV
RBS TV
VÍDEOS: veja mais notícias do RS

Ultimas notícias

MP faz operação em penitenciária de Guaíba; agente é suspeito de comandar esquema de negociação com detentas

Agente penitenciário seria responsável por fornecer celulares a detentas, suspeitas de serem integrantes de facção criminosa. Operação...

Mulher é morta a tiros em Viamão; ex-marido é apontado como suspeito, diz polícia

Após cometer o crime, homem se jogou da nova Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, afirma delegada. Vítima...

Família é presa por suspeita de tortura, escravidão e estupro a mulher com deficiência no RS

Ela era obrigada a trabalhar mais de 15 horas por dia sem comida e bebida e sem poder...

'Descobrir que tu está viva é fora de série', diz mulher que passou 175 dias com Covid em UTI do RS

Cristiane dos Reis Duarte, de 44 anos, foi hospitalizada em 30 de novembro do ano passado com a...

Veja tambem