Bairros Cidade Baixa, Moinhos de Vento e Centro registram aglomerações em Porto Alegre


Equipes da Guarda Municipal e da Brigada Militar dispersaram grupos que ficaram nas calçadas após o fechamento dos bares, às 23h. Proprietários das duas casas noturnas foram orientados a não abrirem mais fora do horário estabelecido pelo decreto da Capital. Grupos se aglomeram na calçada da Rua Fernando Machado, no Centro Histórico de Porto Alegre.
Matheus Felipe/RBS TV
A noite de sexta-feira (8) teve registro de aglomerações nos bairros Centro, Cidade Baixa e Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Uma equipe de reportagem da RBS TV circulou por essas duas regiões e encontrou muita gente na rua.
Alguns comércios usaram as calçadas para colocar as mesas, mas o distanciamento não foi respeitado. Grupos se aglomeraram em calçadas.
Num bar, na Cidade Baixa, as pessoas estavam bem próximas umas das outras e muitas dançavam juntas. Calçadas e bares da Rua Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento, também estavam cheias de clientes. Cerca de 100 pessoas se aglomeravam.
Pessoas se aglomeram nas calçadas na Rua Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento.
RBS TV/Reprodução
De acordo com o novo decreto da Capital, os bares só podem ficar abertos até às 23h.
Na esquina das ruas Lima e Silva e República, na Cidade Baixa, equipes da Guarda Municipal e da Brigada Militar precisaram desfazer aglomerações. Agente conversaram com as pessoas que estavam nas calçadas.
Próximo do local, na Rua Fernando Machado, no Centro Histórico da Capital, mais de 200 pessoas estavam aglomeradas e bebendo na rua. Os agentes tentaram dispersar a multidão, mas as pessoas não foram embora, apenas trocaram de lugar.
“O grande problema, da disseminação do vírus, é o comportamento da população. Quando a gente desaglomera um ponto, ao invés de desaglomerar, eles vão para outro ponto, gerando outro trabalho para nós de ter que ir nesse local desaglomerar. De nós insistirmos nesses pontos, a gente consegue, com a grande maioria, desaglomerar o pessoal”, diz o Guarda Municipal, Marcos Maciel Lucas.
Algumas pessoas ficaram revoltadas com a ação da Guarda Municipal e ofenderam os agentes que estavam trabalhando. A situação chegou a ficar tensa, mas logo a multidão foi embora.
Os proprietários das duas casas noturnas foram orientados pelos agentes a não abrirem mais fora do horário estabelecido.
Agentes da Guarda Municipal e Brigada Militar precisaram dispersar as pessoas, em Porto Alegre.
RBS TV/Reprodução
Vídeos do Jornal do Almoço

Ultimas notícias

Voluntários produzem pães para doar a estudantes da rede pública de Taquara

Campanha começou, há três semanas, produzindo 100 pães. Com doações da comunidade, volume foi duplicado. Produção dos pães...

Hospitais gaúchos ganham 80 milhões de reais para o combate ao coronavírus

O governo do Estado repassou, nesta sexta-feira (9), R$ 80 milhões a cerca de 200 hospitais gaúchos para o custeio dos serviços ambulatoriais e...

Municípios do RS notificam Anvisa por lotes de vacina contra a Covid com menos doses do que indicado

Conselho de Secretarias Municipais da Saúde estima perda de 20 mil doses em 100 cidades. Agência afirma que...

Corujas são devolvidas à natureza após tratamento em Porto Alegre

Filhotes foram encontrados em uma rua da Zona Sul da Capital há três meses. Animal é comum em...

Veja tambem