Polícia prende 77 pessoas consideradas foragidas ou procuradas e que pediram auxílio emergencial no RS

Segunda fase de operação ocorreu entre os dias 2 e 6 de agosto e teve resultados divulgados nesta segunda-feira (9). A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu 77 pessoas consideradas foragidas ou procuradas e que solicitaram auxílio emergencial do governo federal. A segunda fase da Operação Lockdown aconteceu entre os dias 2 e 6 de agosto e teve o resultado foi divulgado nesta segunda-feira (9).
Durante a investigação, a polícia do RS cruzou dados de inteligência com a Controladoria Geral da União (CGU), para identificar os foragidos que solicitaram o benefício.
As prisões ocorreram em Porto Alegre, nas regiões de Gravataí, Canoas e São Leopoldo, além de várias outras regiões policiais do interior do estado, entre elas Santa Maria, Caxias do Sul, Santo Ângelo, Palmeira das Missões, Osório, Soledade, Passo Fundo, Bagé, Erechim, Lagoa Vermelha, Pelotas, Cachoeira do Sul e Vacaria.
O diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE), delegado Endrigo Veiga Marques, destaca que eventuais crimes envolvendo fraudes ao auxílio emergencial são de competência federal e que o GIE enviará um relatório à Polícia Federal ao final da operação.
Na primeira fase da operação, realizada em junho de 2020, foram 207 prisões realizadas no RS.
VÍDEOS: tudo sobre o RS

Ultimas notícias

spot_img

Veja tambem