Comunidade se mobiliza para garantir melhorias no acesso à água na Ilha do Pavão, em Porto Alegre


Campanha de financiamento coletivo arrecada recursos para comprar e instalar caixas d’água. Ilha com 860 moradores tem problemas de abastecimento e falta de água recorrentes. Ilha do Pavão tem 860 moradores que sofrem com problema de abastecimento de água
Tiago Fisher
Uma campanha de financiamento coletivo arrecada recursos para comprar e instalar caixas d’água na Ilha do Pavão, em Porto Alegre.
Segundo os moradores, o abastecimento das moradias da ilha é precário devido ao baixo bombeamento no local, apresenta falhas e eventualmente, falta de água. No início de 2021, 12 reservatórios para uso comunitário foram instalados. A nova campanha quer ampliar o número de caixas d’água.
A meta inicial é comprar 24 novos reservatórios, com a arrecadação de R$ 10 mil. Na medida em que os recursos aumentarem, mais equipamentos poderão ser comprados e instalados. Os reservatórios têm capacidade para 250 litros. Também estão previstos os custos de materiais de construção e mão de obra.
Campanha arrecada recursos para instalar reservatórios de água e melhorar as condições de abastecimento na Ilha do Pavão
Reprodução
A campanha é realizada pela Associação Vitória, que reúne os moradores da Ilha, em parceria com Hackatown, Misturaí e Translab Urb, com a parceria do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS), a ONG Em Comum e os Engenheiros sem Fronteiras – Núcleo Porto Alegre.
“Estamos passando por uma grande transformação e uma delas é o amor próprio e a nossa valorização como seres humanos. Resolvemos nos valorizar, e nossa luta agora é por água. Merecemos ter água para tomar, fazer comida e tomar banho. Ter água na ilha tem sabor de esperança de grandes mudanças”, afirma a presidente da associação, Sandra Ferreira.
O Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) explica que a região das Ilhas tem problemas de abastecimento em função da ocupação populacional desordenada.
“Na Ilha do Pavão, por exemplo, há cerca de 10 ramais ativos, além das moradias estarem localizadas na ponta da rede”, enfatiza o órgão, em nota.
O DMAE planeja a construção de um reservatório de 25 mil litros de água, que segundo a prefeitura, irá estabilizar o serviço em toda a ilha. No momento, o órgão trata da cedência de um terreno onde o reservatório será instalado.
“O Departamento reforça que, em casos de falta de água, é imprescindível que os moradores entrem em contato com o departamento via 156 opção 2, ou pelo aplicativo de celular 156+POA, informando os endereços completos.”
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem