Cláudio Castro quer boa relação com o governo Bolsonaro

Em um tom totalmente diferente do governador afastado Wilson Witzel, o chefe do Executivo em exercício, Cláudio Castro, afirmou que pretende ter uma boa relação com o presidente Jair Bolsonaro. Ele acrescentou que sem a ajuda do governo federal o estado não vai conseguir sair da grave e aguda crise fiscal. Castro, que assumiu após Witzel ser afastado por 180 dias primeiro pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e depois pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), pregou diálogo com a União e lembrou que as boas relações serão importantes, inclusive, para a renovação do acordo de recuperação fiscal e para alongar o pagamento de uma dívida com o governo federal na ordem de mais de R$ 10 bilhões. “O Rio precisa dessa ajuda do governo federal, tem uma situação fiscal complicadíssima e a gente olhar para frente e precisa dialogar. Sem o governo federal, realmente, a gente fica em uma situação muito difícil em um ano de renovação do regime de recuperação”, disse.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem