Bolsonaro justifica risco de crime de responsabilidade ao indicar veto de ‘excesso’ do fundo eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro justificou, nesta terça-feira, 27, a mudança de postura em relação ao fundo partidário. Inicialmente, ele havia dito que vetaria o valor aprovado pelo Congresso de quase R$ 6 bilhões. Agora, porém, afirma que vai retirar do texto apenas o que chama de “excesso”. Diante deste cenário, a expectativa é que aqueles que foram candidatos às eleições do ano que vem contem com nada menos que R$ 4 bilhões para tentar se eleger. O presidente argumenta que, se vetasse todo o fundo, inviabilizaria a realização da eleição — o que poderia ser interpretado como crime de responsabilidade. No entendimento de Bolsonaro, ele é obrigado a concordar com a aplicação de dinheiro público nas campanhas políticas. O valor, no entanto, deve ser equivalente ao gasto nas ultimas eleições, corrigido apenas pela inflação.

A questão, porém, é que os R$ 4 bilhões com os quais Bolsonaro parece ter concordado representam, na verdade, o dobro do que foi gasto em 2018 mesmo com a correção. “O que a lei manda fazer? Pega o valor anterior, bota a inflação em cima, é o novo fundão. No caso desse, eu não posso vetar. Se eu vetar, eu estou deixando de cumprir a lei. Neste caso, o novo fundão extrapolaram. Posso vetar o excesso. Já estão me criticando. Vocês merecem os presidentes que tiveram anteriormente.” O fato é que o presidente Jair Bolsonaro tem ate meados do mês que vem para decidir sobre o fundo eleitoral aprovado pelo Congresso. Para encontrar um meio termo entre o veto total e a sanção, ele vai precisar enviar um projeto a parlamento propondo um novo valor para o fundão. É neste ponto que estão as articulações neste momento.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado 

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem