Bolsonaro fez doação eleitoral irregular à campanha do filho Carlos à Câmara do Rio

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez uma doação eleitoral irregular à campanha do filho Carlos Bolsonaro (Republicanos), que concorre a reeleição para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Embora a ação seja considerada irregular, não é considerada ilegal. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente teria doado R$ 10 mil em dinheiro em espécie para a conta de campanha de Carlos. O problema da ação é que regras do Tribunal vetam transferência desse montante. Segundo o TSE, doações em dinheiro não podem ultrapassar R$ 1.064,10. Acima desse valor, as doações só podem acontecer por transfêrncias bancária ou por chefe cruzado nominal.

O motivo para as exigências é ter mais controle das doações de campanha, que já foram alvos de desvios e casos de Caixa 2. Segundo especialistas, o mais natural neste caso da família Bolsonaro seria a campanha de Carlos devolver o valor ao presidente para que a transferência fosse realizada da forma correta, ou por transferência ou por cheque. Em mensagem publicada no Twitter nesta quarta-feira, 07, o filho do presidente afirmou que a devolução já foi realizada e a doação foi refeita respeitando os regimentos do TSE.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem