Aprovação do Renda Cidadã neste ano é possível para 32% dos deputados

A despeito dos recentes atritos entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e das polêmicas sobre a origem do financiamento do Renda Cidadã, 32% dos deputados acreditam que o projeto social idealizado para substituir o Bolsa Família será aprovado pelo Congresso ainda neste ano, aponta a pesquisa feita pela XP Investimentos com 174 dos 513 deputados de oposição e outros partidos, entre 14 e 30 de setembro, e divulgada nesta segunda-feira, 5. Caso o governo federal e os parlamentares não cheguem a um consenso, 45% dos congressistas entrevistados são favoráveis à expansão do auxílio emergencial no início de 2021, sendo que 16% dizem que o valor deve ser alterado, enquanto 19% afirmam que a transferência de R$ 300 não deve ser prorrogada. Já 55% dos entrevistados apoiam o corte do benefício pela metade para que ele seja pago até dezembro, conforme anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto 31% afirmam que ele deveria ser aumentado, e 3% dizem que o valor deveria ser revisto para baixo.

Dos que consideram possível a aprovação do Renda Cidadã até o fim de dezembro, 24% apoiam que os investimentos não sejam incluídos no teto de gastos, quanto 30% são favoráveis o uso de recursos destinados para outros projetos. A origem do financiamento é o principal entrave da iniciativa desde quando ela ainda era chamada de Renda Brasil. Na semana passada, o governo federal afirmou que usaria recursos reservados ao pagamento de precatórios e do Fundeb para patrocinar a empreitada. Posteriormente, o próprio ministro da Economia afirmou que o Renda Brasil não deveria ser financiado por um “puxadinho”. Hoje, o relator da PEC do Pacto Federativo, que inclui o Renda Cidadã, senador Márcio Bittar (MDB-AC) afirmou, ao lado de Guedes, que o texto final deve ser apresentado na manhã desta quarta-feira, 7.

Quando questionados sobre a agenda de reformas, 56% apontam a tributária como mais importante, ante 21% das mudanças propostas para a administração do serviço público. A prioridade ao envio da reforma tributária é praticamente unânime na Câmara, com 53% da preferência dos deputados da oposição, e 56% dos outros partidos. A entrega da reforma administrativa antes, no entanto, é aprovada por apenas 3% dos deputados opostos ao presidente, enquanto 27% dos demais congressistas apoiam a medida. A pouco mais de um mês para o primeiro turno das eleições municipais — que neste ano foram adiadas para 15 de novembro por conta da pandemia do novo coronavírus —, 47% dos deputados dizem que o ritmo de votação nas duas Casas já foi impactado, enquanto 18% afirmam que o pleito terá reflexos apenas a partir deste mês, e 8% a partir de novembro. Segundo o levantamento, 19% indicaram que não haverá mudança na velocidade dos debates e aprovações por conta das eleições.

O levantamento da XP Investimento também revelou que 50% dos deputados avaliam positivamente o relacionamento com o governo Bolsonaro, ante 46% na pesquisa realizada em julho e 42% no estudo de dezembro do ano passado. Na outra ponta, os que afirma que o contato com o presidente é negativo caiu para 24% em setembro, diante de 29% em julho e dezembro passado. Os que consideram regular ficou em 23% no último mês, em comparação com os registros de 25% e 26% aferidos nas edições anteriores. Já a relação do chefe do Executivo com a Câmara dos Deputados foi avaliada favoravelmente por 36% dos entrevistados, ante 33% em julho e 36% em dezembro. Os que consideram péssimo retraiu para 22%, após bater 29% em julho e 33% no fim de 2019. O relacionamento entre os poderes foi classificado como regular por 42% dos entrevistados, ante 39% e 31% das edições passadas.

Ultimas notícias

Ideias para vender produtos artesanais

Empreender, para muitas pessoas, tornou-se uma forma de fazer uma renda extra. Desse modo, com o objetivo de auxiliar as pessoas que...

Melhores localidades em Tocantins para se conhecer

Frederico Gayer Machado de Araujo, grande empresário e nativo de Tocantins, comenta sobre os melhores lugares para se conhecer em seu...

Como manter um cabelo lindo e cacheado?

Para Leandra, a Diva do Brás, o cabelo cacheado está cada vez mais em alta, podendo até ser uma nova tendência nos...

Marco Antonio Carbonari dá dicas de harmonização com queijos

Receber amigos ou pessoas especiais em uma noite de vinhos para degustação e aperitivos é um dos programas...

Veja tambem