Após apagão, CNPq informa que plataforma Lattes foi restabelecida

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico informou que todos os sistemas da plataforma Lattes foram restabelecidos. A normalização permite a possibilidade de atualização dos currículos de pesquisadores e o cadastro de novos usuários. Os sistemas do órgão enfrentavam problemas desde o dia 23 de julho. A plataforma é muito utilizada para a distribuição de bolsas de pesquisa e de recursos. Na última terça-feira, os currículos voltaram a ficar liberados para consulta, mas com acesso parcial. O presidente do CNPq, Evaldo Vilela, o problema aconteceu em um equipamento antigo, durante um processo de migração para um armazenamento novo, que foi adquirido no final do ano e entregue no primeiro semestre.

Ele explicou que um dos antigos equipamentos onde os dados estavam armazenados “apagou” de certa maneira, mas foi recuperado sem que nada do conteúdo tenha sido perdido. Vilela garantiu ainda que estão sendo tomadas providências para que problemas futuros sejam evitados. A instabilidade também gerou uma série de críticas e preocupação quanto a manutenção da estrutura do CNPq diante dos sucessivos cortes orçamentários. A plataforma Lattes reúne quatro sistemas onde cientistas, professores e pesquisadores do Brasil devem registrar os currículos para conseguirem bolsas de pesquisa, vagas em universidades e participarem de editais e concursos. O órgão garante que o pagamento das bolsas não será afetado. Em nota, o CNPq afirmou que os pesquisadores que tenham dúvidas ou dificuldades podem entrar em contato diretamente com a instituição.

*Com informações do repórter Vinicius Moura

Ultimas notícias

spot_img

Veja tambem